A vontade de viver uma vida em poucos dias


Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Sempre tive o sonho de nunca ter dias iguais. A ansiedade por viver uma vida cheia de experiências me fez encarar situações nada agradáveis. Mas a gente sobrevive a cada uma delas e no fim tem histórias malucas pra contar.

Existem tantas problemáticas dentro disso que minha cabeça começa a girar. Me pergunto: “O que me impede de viver o que sempre sonhei?” E quando a resposta envolve dinheiro, me vejo mais frustrada ainda. Não é possível que as oportunidades girem em torno de TER algo! Mas sim, isso é real.

Talvez esta vida de instagram tenha me feito mal. Vejo as pessoas tendo oportunidades inusitadas e maravilhosas. E porque estas oportunidades não chegam pra mim? O que eu estou fazendo de errado? E cada dia que passa desperta ainda mais o desejo de viver algo parecido.

Anseio por realizar todos os sonhos engavetados: as comidas cheias de novidades e gostos exóticos. O passeio de camelo, helicóptero, de barco ou jangada.

A vontade de viver uma vida em poucos dias

Você é moldado por ver a forma que as outras pessoas enxergam você.

Meu sonho é o vento no rosto, a mochila nas costas e o peito cheio de alegria por poder sair de mim e rezar com os monges budistas. A experiência de pegar um metrô e rodar a Europa inteira sabendo que nela contém os segredos mais profundos de todas as pessoas que passaram por ali. É desbravar o continente africano me ligando aos meus ancestrais e aprendendo sobre tudo o que vem antes de mim e ainda sim corre em meu sangue. 

Tenho vontade de registrar tudo isso em uma câmera fotográfica e revelar depois preenchendo a parede com as memórias que em mim serão eternas. A ausência disto resulta em apenas uma coisa: hoje vivo várias vidas em um curto dia quando um trabalho ou outro me permite.

No paraíso do lado de cá…

Decidi viver tudo o que eu poderia, sem medo do amanhã. Sem planejamento mesmo, pra que eu sentisse pelo menos o gosto de tem vida fluída. Confesso que me cansei de ter que me preparar para cada passo que darei, ponderando as consequências.

Agora, os fins de semanas são inteiramente meus, ocupado de shows que antes não ia por medo da ressaca no dia seguinte. Com os passeios no parque, museus… Entre reuniões, cafés e chop’s descobri que quero ter a mesma disposição dos trabalhos nos momentos de lazer. Sem medo de me magoar, me endividar ou arrepender.

A juventude acontece apenas uma vez e envelhecer com saúde cabe aquele que tem o coração cheio de alegria. Decidi que todo dia é dia e eu serei saudável e de bem com a vida em qualquer idade ou circunstância, porque minha vida em poucos dias estão na vontade de viver algo novo com intensidade e não em quanto dinheiro guardo na carteira.

Créditos: Imagens retiradas do tumblr.

Beeeijos e até a próxima! 😉

Nattany Martins assinatura

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *