Porque eu compro em brechó (e os achadinhos que respeitamos) 2 comentários


Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Indico a qualquer pessoa que tenha a mente aberta para a moda sustentável: tente um bom brechó! É incrível o tipo de coisa que conseguimos encontrar no meio de algumas bagunças. Nunca se sabe o que esperar de uma pilha de roupas misturadas, e acho que esse é apenas um dos motivos interessantes.

Peças exclusivas, originais, vintage por um precinho cheio de amor. Dá pra acompanhar as tendências e inovar também. Tem pra todos os gostos!

Já que coisa boa a gente compartilha, não poderia deixar de mostrar a vocês alguns achadinhos recentes.

O que mais me encanta é a variedade de tecidos e possibilidades gastando tão pouco e fazendo acessível algumas peças que por ora seriam fora da minha realidade.

Comprar em brechó me fez valorizar mais as coisas que tenho e a história que construo em torno de algumas peças. Me ajudou a entender que o que não serve pra mim, pode muito bem ser ouro para alguém. Me ajudou muito na relação de desapego, além de aguçar minha criatividade, meu senso de style.

Me sinto tão bem garimpando que acredito que esse sentimento seja diretamente ligado a sensação de autonomia. Você já sentiu orgulho do que sente, das coisas que escolhe? É exatamente assim que me sinto!

Beeijos e até a próxima! 😉


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 thoughts on “Porque eu compro em brechó (e os achadinhos que respeitamos)

  • Simeia da Silva

    Oi, amando seu blog, já que adoro seu canal e o instagram. Eu também sempre usei roupas das primas, da irmã mais velha e das filhas das amigas da minha mãe, já que eu era a mais nova da casa. mas isso pra mim nunca foi um problema e até hoje uso roupas que a minha irmã me da e garimpo muuuuito nos brechos da vida. Amei seus achadinhos e e aguardo mais vídeos sobre viu?

    PS: Tem post sobre rótulos e padrões no blog. vem deixar sua opinião também <3

    Beijokas

    • Nattany Martins Autor do post

      Oi Simeia,
      É tão bom achar algo legal num brechó e saber que não vai ter que pagar um rim por aquilo, né? hahaha’
      Acho que esse costume de comprar em brechó vai me acompanhar por toda vida.
      Obrigada pelo carinho, viu? 😉
      Claro que vou conhecer seu blog, sim!

      Beeeijos Nattany Martins