Faça você mesmo


Livro: customizando a capa

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Sempre tem um livro ou outro que de tão amados e emprestados acabam com a capa danificada. Isso é muito normal com o passar dos anos, por isto, compartilho com vocês neste vídeo uma ótima opção para driblar esta situação.

Para customizar uma capa de livro é necessário:

  • revistas
  • fita durex
  • tesoura sem ponta
  • papel contact
  • todos os mimos que você desejar incluir

(mais…)


Como me organizo + metas + planner 2 comentários

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Finalmente 2017 chegou! Com ele vem a vontade de fazer coisas novas e estabelecer metas. Sem dúvidas essa é a melhor forma de alcançar os objetivos.

Muito raramente as coisas funcionam sem planejamento e plano de ação. Isso inclui abrir mão de alguns prazeres e fazer sacrifícios para sair da zona de conforto.

Resolvi me organizar de forma diferente este ano. O intuito é ser mais clara quanto as possibilidades de crescimento e fugir das resoluções além do meu alcance. Vamos ser realistas e estabelecer metas possíveis? É muito mais honesto com a gente mesmo e evita a frustração no final do ano, por não ter conseguido realizar aquilo o que se esperávamos.

Não vale falar que vai fazer, cruzar os braços e esperar milagre, hein? A frase mesmo diz: Deus ajuda quem cedo madruga. Ou seja, tem que fazer por onde!

Cadernos, planners e agendas nos ajudam a visualizar o objetivo e entender o tempo que temos até que a meta seja realizada. Para as pessoas que não gostam de papel e se adaptam facilmente, existem aplicativos que auxiliam nessa organização. Desde compromissos, contas a pagar, lembrete e agenda.

Uma amiga casou-se ano passado e amou o aplicativo de noiva que a ajudou na organização do casamento em um ano, onde cada etapa era resolvida em um mês. Existem aplicativos semelhantes para diversas necessidades.

Não deixe de anotar tudo e me contar no fim do ano se alcançou suas metas, ok? Vamos juntas nessa!

Beeeijos e até a próxima! 😉


Costurando roupas a mão – Saia cigana acinturada

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Semana passada a gente aprendeu algumas coisas básica sobre costurar roupas a mão. Essa semana venho ensinar um jeitinho novo de fazer essa costura. É simples, prática e funciona mesmo!

A peça da vez foi uma saia cigana que eu queria acinturar porque ela estava frouxa e caindo. A solução foi encontrada em um cadarço de tênis velho, na falta de elástico, foi tu mesmo!

Tá vendo? A gente pode resolver os problemas com questões simples. O que não vale é deixar de usar uma peça que ama por achar que não tem jeito mais.

O mais legal, é que quanto mais a gente pratica, melhor a gente fica. As peças velhas são as melhores pra fazer essas coisas, porque se algo der errado, você não perde uma peça cara. Que tal começar a remendar umas blusinhas por aí? 😉

Quando a gente tem um pouco de boa vontade consegue fazer qualquer coisa. Separe um dia ocioso, liga na sua série favorita e vá acompanhando enquanto costura. Duvido que você não vai viciar!

Beeeijos e até a próxima 😉


Costurando roupas a mão – Short preto acinturado

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Hoje venho mostrar pra vocês algo que há muito eu não me lembrava: eu sei costurar a mão. Sabe aqueles remendos de roupas velhas? Passei a infância costurando pedaços de pano por conta de uma vizinha que era costureira e me dava seus retalhos pra brincar. Um dia ela me ensinou a remendar, e assim minhas Barbies ganharam roupas novas com cada retalho que eu eu tinha.

Nunca imaginei que esses remendos pudessem me ajudar hoje em dia. Assistindo aos vídeos da Nátaly Neri do Afros e Afins lembrei desse momento da minha infância e decidi arriscar. Então resolvi gravar pra vocês um mini tutorial de como reformar suas roupas sem precisar de máquina de costura.

A proposta é tentadora, né?

Por gostar muito de brechó, encontro com bastante frequência que não são do meu tamanho ideal e a costureira perto da minha casa sempre faz as reformas por mim. Essa foi a primeira vez que fiz uma reforma por minha conta mesmo.

É mais simples do que a gente imagina. O lance é treinar com peças menos importantes pra não acontecer de estragar nenhuma, não é mesmo? Arrisque nas coisas mais simples e em breve você estará costurando as peças que mais ama.

 Beeijos e até a próxima 😉


Astrologia

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

De repente astrologia virou o centro das atenções. Todo mundo tem uma opinião formada sobre os signos, uns amam, outros odeiam, raramente alguém fica no meio do caminho.

Você não ainda não sabe se acha tudo uma grande baboseira, ou um fundamento do universo?

Vem comigo refletir sobre o assunto e descobri como fiz meu mapa astral.

Astrologia é muito mais do que as pessoas pensam, e a vida é um eterno aprendizado!

Se você gostou desse vídeo, não deixe de compartilhar. Agora que você já sabe onde fazer um mapa astral, que tal tentar adivinhar o mapa dos seus amigos?

Beijos e até a próxima 😉


Tour pelo meu quarto

Hello Pipol, tudo nem com vocês?

Outro dia estava dando uma faxina maravilhosa nessa casa e pensei “vou aproveitar que tá tudo limpinho e lindo, e mostrar pra essas pessoas cultura de verdade”. Hahahaha’ Brincadeirinha! Por isso teremos um tour pelo meu quarto.

A intenção é mostrar pra vocês como organizo meu quarto, e como faço a decoração. Pra quem não sabe, divido quarto com minha Tia Cássia, e às vezes organizar o espaço é quase um desafio. Quem compartilha quarto entende isso. O desafio não é compartilhar o espaço, mas organizar e decorar de forma que todo mundo fique feliz.

Então chega de chorumelas e vamos ao que interessa!


Fazendo o presente do seu amigo secreto

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Acho que já deu pra perceber por aqui o quanto amo colagem e customizar coisas. Com as festividades de fim de ano chegando e os amigos secretos acontecendo em todos os lugares, ás vezes fica difícil gastar muito dinheiro em presente, ou até mesmo ter uma ideia criativa.

Você já pensou em fazer o presente do seu amigo secreto? A missão fica muito mais fácil quando você conhece bem a pessoa a ser presenteada. De qualquer forma, é importante reservar um tempo pra reparar na pessoa e saber do que ela realmente gostaria de ganhar. A regra básica da comemoração é: não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você.

Hoje, vou ensinar como fazer um caderno personalizado. Ele serve tanto pra presente, como pra uso pessoal. No caso de presentear alguém, certifique-se que a pessoa realmente usa caderno, papel, agenda. Não tem nada a ver fazer uma agenda personalizada e a pessoa utilizar apenas aplicativos, né? 😉


Sabonete e esfoliante com semente de frutas 2 comentários

Hello Pipol. tudo bem com vocês?

Cês já pensaram em fazer sabonete e esfoliante com semente de frutas?

Não há quem não ame cuidar da beleza. Todo mundo quer produtos cosméticos pra ficar mais bonito e quando podemos aliar isso a economia e sustentabilidade a coisa fica melhor ainda.

Minha mãe está cursando Estética e no segundo período surgiu esse trabalho (quase um desafio né?) de fazer esfoliação caseira, onde os alunos teriam que desenvolver os produtos a serem usados. Achei a proposta interessantíssima e decidi trazer pra vocês conhecerem esse método.

Vamos aos ingredientes:

Água mineral

Semente de frutas como melão, melancia, mamão…

Essência (a mesma da fruta escolhida para usar as sementes)

Glicerina

3

Esfoliantes para os pés e sabonetes para as mãos.

2

Esfoliantes para os pés

1

Sabonetes líquido e em barra para as mãos

Só temos um porém: Como é trabalho de faculdade e faz parte da formação profissional dos alunos, a professora responsável por aplicar o trabalho não autorizou a liberação da quantidade de cada produto nem como se dá a mistura. Pelas fotos que recebi da minha mãe, percebi que a misturinha foi levada ao fogo em banho maria, mas como eu não estava presente no dia de preparar tudo, prefiro não deixar nenhuma orientação quanto a isso.

A intenção desse post é mostrar como é possível desenvolver seus próprios esfoliantes para pés e sabonetes líquidos e em barra para as mãos, de forma sustentável e econômica. Para alguns, pode até se tornar uma fonte de renda.

Legal né? Então começa a guardar a semente das suas frutinhas pra ficar bonita tanto por dentro quanto por fora, aproveitando todos os nutrientes, vitaminas e “cherosidade” que as frutas nos oferecem.

Créditos: As imagens e lista de ingredientes foram fornecidos pela minha mãe Márcia Martins.

Até a próxima 😉

 

 

 


Sobre minha parede cheia de coisa 2 comentários

Hello Pipol!

Me perguntam com frequência de onde tirei inspiração e como fiz minha parede de colagens. Nesse vídeo compartilho a forma simples que usei para decorar meu quarto, e tornar meu ambiente mais aconchegante e inspirador.

Todos os dias quando deito pra dormir, olho as imagens e vejo como cada uma delas me despertam um sentimento diferente. Como diz a famosa frase “uma imagem vale mais que mil palavras”.

Dedico esse vídeo a Gabriela Freitas e ao Victor Ribeiro que sugeriram o tema do vídeo de hoje.

Espero que gostem e adaptem a ideia da melhor forma.

Beijos e até a próxima 😉


Você sabe o que é scrum? 2 comentários

Hello Pipol!

Gostaria de apresentar a vocês hoje, o queridinho que ganhou meu coração em disparado no quesito organização.

O SCRUM: Não achei o significado literal da palavra scrum e em todos os artigos que encontrei internet, a maioria usava uma linguagem técnica e empresarial o que dificulta um pouco a compreensão inicial.

Conheci o scrum quando estava no Plug Minas e como lá tudo é lindo e precisava ser bem organizado, funcionou bem. Ele nada mais é que um quadro dividido em três partes:

1- Atividades a serem feitas

parafazer

Para fazer

2- Atividades em andamento:

emandamento

Em andamento

3- Atividades concluídas:

concluido

Concluído

No meu, uso post its para dinamizar as coisas e dar um charme também.

Essas anotações trocam de lugar de acordo com o status do projeto. Por exemplo: Se desejo prestar vestibular. Escrevo em um post it esse objetivo. Enquanto as inscrições para o vestibular não abrem, meu post it fica na sessão “para fazer”. Quando a inscrição está feita, ele vai pra sessão “em andamento”. E depois das provas ele fica na sessão “concluído”.

Sabe aquela história de lista de desejos que as pessoas fazem no reveillon? Então… Toda minha lista vai pro scrum, assim não me esqueço dos projetos, assim é fácil monitorar quais projetos são a curto, médio e longo prazo e quais deles consegui dar seguimento e/ou concluir. É claro que ao longo do ano muita coisa muda, novas coisas aparecem, algumas coisas a gente vai vendo que não é tão rápido quanto esperava, outros “impossíveis” se tornam viáveis… As mudanças fazem parte da vida. Mas acompanhá-las de pertinho e aproveitar melhor as oportunidades no momento em que aparecem, é quase um privilégio.

Com o scrum não tem essa de projeto engavetado. Olhar pro quadro dia após dia, me motiva a correr atrás daquilo que ficou pra trás.

Costumo colocar os compromissos que tenho também, assim como os convites de festas e lembretes importantes. É quase uma agenda na parede. kkkkkkkk’ Tenho também um calendário de folha.

calendário

calendário

Agora vem a pergunta que não quer calar: “Nattany, se você usa o scrum como ‘agenda na parede’ porque usa agenda de papel?”

Simples! Na agenda de papel eu faço o diário (Nossa, que trouxa! Muito cafona. Whatever! I don’t care. kkkk’) que me acompanha sempre e ela tem o básico dos compromissos. Já o scrum, além de decoração é lembrete de projetos mais demorados e/ou urgentes.

Gostaram? Eu amo meu scrum, acho super prático!

scrum

scrum

Até mais mores 😉