Destinos


BH também é Carnaval — e dos grandes 2 comentários

A primeira coisa que preciso dizer nessa postagem é que eu não sou muito fã de Carnaval, porém esse ano resolvi fazer diferente, resolvi experimentar de verdade antes de descartar de vez a hipótese de que ele possa me agradar de alguma forma. Então resolvi escrever sobre essa mini-aventura e fazer um pequeno guia para os novatos como eu, ou mesmo aqueles que também não gostam mas vão fazer o possível para aproveitar o Carnaval de BH. Venha descobrir comigo!

 

Dica número 1: Faça uma fantasia. “Mas Victor, é meu primeiro Carnaval e já quer que eu me fantasie?”.

Sim! A melhor forma de você se misturar e curtir de verdade é não parecer estranho ao ambiente, tente fazer parte. Use coisas que tem em casa e não precisará gastar quase nada de dinheiro com isso. Deem uma olhada nos exemplos:

 

Fantasias-01

 

Dica número 2: Vá com seus amigos

Dizem que as pessoas fazem o lugar, então vá com pessoas que você goste e divirta-se.

Apesar de estar em grupo fique atento a seus pertences. Leve o mínimo possível de coisas e tome cuidado com assaltos, infelizmente acontecem bastante. Não esqueça de levar um documento de identificação.

 

Dica número 3: Água e protetor solar

BH tá muito quente gente! Bebam muita água — além da água que tem na cerveja hahahahaha. Usem protetor solar porque o sol não está de brincadeira. Não se preocupe se não conseguir levar de casa, nas ruas tem muitos ambulantes vendendo água e outras cositas para sobrevivência.

 

Dica número 4: Finalmente! Os blocos.

Agora sim, o mais esperado. “Em quais blocos devo ir?”

Este ano são esperados 2,5 milhões de “foliões” segundo a prefeitura. Sim, milhões. São mais de 300 blocos durante 6 dias inteiros, começando na próxima sexta-feira, dia 24/2.

A minha dica é que você consulte a programação completa que vou deixar no fim do texto, faça sua lista, combine com seus amigos e faça tudo de forma organizada para aproveitar o máximo possível. Para quem está começando como eu é bom saber que alguns blocos são parada obrigatória. Vou listar os que considerei mais importantes, tanto pelo tamanho quanto pela importância para o Carnaval de BH.

Também temos um desfile de escolas de samba com carros alegóricos e tudo mais. Não são tão comentados quantos os blocos, mas vale a pena conhecer, são um show a parte no nosso Carnaval. Confira minhas sugestões:

 

Baianas Ozadas

O maior bloco de BH, Baianas Ozadas, completa 5 anos em grande estilo, homenageando Moraes Moreira, um ícone do Carnaval da Bahia e do Brasil inteiro.

 

 

Então, Brilha

O bloco “Então, Brilha” arrasta uma multidão pela rua Guaicurus, no centro de Belo Horizonte.

 

 

Praia da Estação: Não é um bloco, mas é nossa praia UAI!

 

 

Bom, termino aqui meu mini-guia para iniciantes, até porque sou um deles. Quem sabe não volto para contar como foi a experiência? Vou deixar vocês se preparando para a festa e vou também. Fiquem com o link da programação completa do Carnaval de BH:

 

https://confiramais.com.br/carnaval-bh-programacao-belo-horizonte-atracoes-e-blocos-de-rua/

 

Boa folia!

 

(mais…)


Deu trabalho, mas superei meus medos! 2 comentários

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Semana passada eu dei aquela sumida. Tirei uma semana de férias e após 10 anos fui ver o mar. Essa viagem foi cercada de medos, a começar porque iria de ônibus sozinha e encontraria meu amigo lá.

O Victor (o namorado) me levou na rodoviária bem cedo. E quando chegou a hora H que a ficha caiu que ele não entraria no ônibus, eu danei a chorar. Bateu um desespero tremendo! Sempre tive medo de estrada e acidentes. Na verdade, mais que isso: foi pânico mesmo! Pensei várias vezes em desistir da viagem todas as vezes que pensava que teria que ir sozinha.

Vencido o momento da partida!

Era a hora de vencer o medo do julgamento alheio. No apartamento estava grande parte da família do meu amigo. Conhecia a maioria deles, mas nunca tinha passado tanto tempo junto. O que eles achariam de mim? Como seria a convivência? Isso, só os dias diriam.

Mais uma etapa vencida. Agora é a hora de entrar no mar. Estava louca pra fazer um passeio de barco e pular no mar. Tipo Beyoncé nos bastidores do DVD, sabe?

Beyoncé pulando do barco - Deu trabalho, mas venci meus medos!

Mas e o medo? Aonde eu o guardaria? Medo dos bichos, da planta, de não ter fundo. Medos que eu nem sabia que tinha!

A essa altura, percebi que alimentar os medos dá mais trabalho que lutar para vencê-los. Eu fui até ali realizar um sonho. Não permitiria que o medo me impedisse. Então fechei os olhos, catei um macarrão e pulei!

vlog4Não fui nessa viagem pensando em gravar vlog. Pelo contrário. Eu queria realmente sossego, sabe? Levei minhas revistas, meus livros e só queria um pouco de mente calma. Mas diante de tanta superação, eu não poderia deixar de mostrar pra vocês o quanto essa viagem foi importante pra mim. Em todos os sentidos.

Portanto, aqui está o meu registro do quanto esse passo foi importante pra mim. Não é atoa que tenho tatuado em meu corpo:

“Não alimentarei os meus medos.”

É um lembrete diário de que não vale a pena alimentar os monstros internos. Eu sou muito mais forte que isso.

E você, quais são seus medos?

Beeeijos e até a próxima! 😉

Assinatura Nattany Martins

(mais…)


Tornando viagens possíveis – Como aproveitar melhor sua viagem

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Depois de todos os aprendizados dos episódios anteriores, estamos quase prontos pra viagem. Por isso o último vídeo é mais um bate papo sobre como aproveitar melhor cada minutinho.

Muita coisa acontece entre o planejamento e a viagem em si, então é sempre bom conversar sobre as possibilidades e se prevenir. Algumas curiosidades também ajudam a preparar o coração nessa hora de ansiedade.

Tenha em mente que tudo pode acontecer quando nos propomos a viver uma nova experiência. Não existe regra na hora de fazer as coisas darem certo, mas algumas diquinhas podem nos livrar de vários perrengues.

Espero que tenham gostado dessa nova aventura.

Beeijos e até a próxima.


Tornando viagens possíveis – Escolha x orçamento x planejamento

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Ainda não desistiu das suas viagens? Nem precisa! Com um pouco de organização e planejamento, você consegue realizar qualquer sonho! Esteja preparado para fazer um plano de ação para sua viagem, disposto a investir seu tempo e guardar uma graninha, então verá as coisas tomando forma.

Você que acompanhou o primeiro episódio aqui e aprendeu os tipos de viagem, como pesquisar e como economizar, não pode perder o episódio de hoje. Explico como fazer o orçamento da sua viagem, baseado na sua escolha, para então fazermos o planejamento de como tudo vai ser.

Nesta segunda etapa é quando colocamos a mão na massa e nos preparamos para comprar as passagens, os pacotes e definir as datas.

Não há motivos para pânico, tudo bem organizado dá certo. Não é mesmo?

Qualquer dúvida deixe nos comentários sua pergunta e responderei com prazer.

Beeeijos e até a próxima 😉


Tornando viagens possíveis – Fazendo dos sonhos projetos

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Sou completamente apaixonada por viagens e gostaria de ter feito um milhão de delas, mas tem apenas alguns (poucos) anos que decidi levar a sério a vontade de conhecer tudo e me dedicar na missão.

A gente sabe que a vida é difícil pra todo mundo e nem sempre temos condições de viajar nas férias. Mas já pararam pra pensar que às vezes a gente não se dedica o suficiente? Pois é! Por isso criei essa série no youtube, onde a intenção é ajudar vocês a se organizar com seus projetos para uma viagem e tornar esse plano de ação suficiente para se tornar várias viagens realizadas. Se não der pra viajar, que não seja por falta de organização e força de vontade.

Esse é o primeiro episódio onde falo os tipos de viagens, onde pesquisar, como economizar.

Não perca essa aventura semanal.

Não percam os próximos episódios que vão ao ar segunda feira, ok?

Qualquer dúvida pode deixar perguntinha nos comentários que vou responder tudo.

Beijos e até a próxima 😉