Pedaço de Música – Playlist: Flutuando

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

A playlist de hoje reúne as músicas que me deixam bailando, flutuando pela vida. Aquelas que me trazem bom humor e deixa tudo mais leve.

Pedaço 5: Piloto Automático – Supercombo

Conheci essa música recentemente e fiquei chocada com o poder que ela tem de viciar a gente na letra. Gosto demais de músicas poéticas que embalam a vida. Elas me fazem sonhar todos os dias com um amanhã melhor.

Pedaço 4: 130 anos – Agridoce

Elá vem a Pitty mais uma vez… Confesso: tudo que envolve Pitty e Tiago Iorc me encantam logo de cara. Assim mesmo sem esforço nenhum.

E tem projeto mais lindo que Agridoce da Pitty? NÃO! Não tem. Sabe porque? Ela passa uma verdade em suas letras que são capazes de deixar qualquer um flutuando.

Pedaço 3: Colors – Halsey

Essa é outra que conheci esses dias através de uma playlist no Spotify e nunca mais larguei. Coisa delícia isso de conhecer gente nova, né?

Pedaço 2: Grace Kelly – MIKA

Apesar de ser um pouco mais agitada, essa música tem o poder de me deixar viajando na maionese. Não importa o que eu faça, sempre quero coloca essa música pra dar uma animada.

Pedaço 1: Dança – Lorena Chaves

Véy, essa mulher é outra que capricha em tudo o que faz. Olha o clima calmo que essa música tem… Olha essa letra! Coloca qualquer um pra bailar na sala, né não?

E você? Liga o rádio pra flutuar com o quê?

Créditos: Imagem retirada do tumblr.

Beeeijos e até a próxima 😉

(mais…)


Skoob – A rede social pra quem gosta de leitura

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Quem gosta de leitura entende o nível da emoção que é achar essa estante virtual. Acontece uma troca maravilhosa por todos os universos possibilitada pela leitura.

Adotei o aplicativo pra minha vida. O Skoob é daqueles queridinhos de quem ama livro, e imagine uma rede social cheia de livromaníacos?

Confira as várias funções lindas dessa rede social:

  • marcar livros lidos,
  • fazer resenhas,
  • marcar livros desejados do momento
  • marcar livros que você tem e deseja trocar

E MUITO mais! Imagine conhecer alguém pelas coisas que ela costuma ler?

O que mais gostei é que sempre pensava em algo que queria ler e depois esquecia. A memória sempre deu um jeito de atrapalhar minhas leituras mais legais hahahaha’. Agora, sempre que penso em um algo que gostaria, adiciono ao meu Skoob, assim tenho sempre em mãos o que realmente quero quando alguém me pergunta.

Livro, CD e DVD é o tipo de coisa que sempre enrolo pra comprar e acabo pedindo de presente pra algum amigo ou parente em datas comemorativas. Agora acabou essa vida de esquecer os títulos mais cobiçados. 

Gostaria de dar ênfase em algo bem legal que já disse acima: TEM COMO TROCAR LIVRO! Isso é beeem legal porque nem sempre amamos os livros que ganhamos, ou acontece de comprar um achando que vai morrer de amor e no fim é só mais um livro regular. Aí você pode trocar com os coleguinhas da rede social e conhecer outros títulos que talvez não compraria organicamente.

Tenho uma regra para a troca de livros: se eu amei e me apeguei emocionalmente, eu fico. Se foi só mais um livro na minha vida, troco ou passo pra frente.

Aqui em BH tem um projeto literário bacana que possibilita “esquecer” livros em pontos de ônibus, assim outras pessoas acham e depois “esquecem” outros livros. Legal, né? E é isso que acontecerá com meus livros regulares. Serão esquecidos pela cidade com bilhetinhos fofos. Ou vocês querem testar esses livros? Que tal a gente trocar entre si? Se alguém animar já manda aqui falando qual quer que eu dou um jeitão de enviar. OK?

O que vocês acharam dessa rede social diferentona?

Beeeijos e até a próxima! 😉

(mais…)


Dia Internacional da mulher negra latino – americana e caribenha 6 comentários

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Hoje é dia de resistência na América Latina e no Caribe por celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino – Americana e Caribenha.

O que esse dia tem de tão especial?

Eu conto pra vocês!

Enquanto as mulheres lutavam pelo direito ao trabalho nos anos 60 (leia-se: mulheres brancas!) as mulheres negras lutavam pelo direito de serem reconhecidas como seres humanos. A opressão de gênero se manifestou de forma diferente para as classes sociais distintas e sim, foi racista.

O feminismo então ganhou várias vertentes para dar voz a cada grupo separadamente. É uma segregação que fortalece. Algumas pessoas não entendem quando digo que esse tipo de segregação agrega, mas eu tenho meus argumentos.

Na supremacia do homem branco, ninguém mais tinha voz. Nossa sociedade além de machista é racista, logo, mulheres negras tem necessidades diferentes de mulheres brancas. Entender essa luta é essencial pra que cada grupo seja contemplado em suas especificidades.

Negro Woman in Fashionable Clothes

Porque as mulheres negras não precisaram lutar pelo direito ao trabalho, por exemplo? É simples: elas sempre trabalharam. Eram as escravas, as amas de leite; hoje são as empregadas domésticas. Viveram em um panorama onde deixavam suas famílias para cuidar das famílias dos outros. Elas (nós) nunca fomos vistas como mulheres pra casar, constituir família, educar crianças (pelo menos não suas crianças, apenas os filhos dos outros). O corpo da mulher negra foi hipersexualizado, fomos vendidas como mão de obra barata.

Então pelo o quê lutamos?

Pelo direito de criar os filhos, cuidar da família. Pelo direito de ser vista como gente e não como objeto. 

Eu sei que essa visão assusta um pouco, mas a luta da mulher negra no século XXI é exatamente essa: sair da margem. Somos capazes de ingressar nas universidades, somos também mulheres pra casar (por muito tempo, apenas mulheres brancas eram dadas como “do lar”, “pra casar” e as mulheres negras as mulatas boas de cama. O modelo exportação.), assim como podemos ser donas do nosso próprio destino.

tumblr_o3wnr25Rax1sthf15o1_500

Entender o lugar de fala é muito importante, nem todas as mulheres tem as mesmas necessidades. Por isso o feminismo tem várias vertentes, onde cada uma de nós podemos manifestar o que precisamos, quem somos e pra onde caminhamos.

Créditos: Imagens retiradas do tumblr.

Alguns textinhos lindos pra aprofundar no assunto:

Prefeitura de São Paulo // Porto Web – Datas Comemorativas

tumblr_nxm9huO2kz1rpz5fjo1_500

É sempre bom aprender um pouco mais sobre nossas raízes, não é mesmo?

PRETAS, hoje é nosso dia! Persistamos na lida diária.

Beeeijos e até a próxima! 😉

(mais…)


Pedaço de Música – Playlist: Brasileiríssimos

Follow my blog with Bloglovin

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Eu sempre tento trazer por aqui músicas boas de bons brasileiros que representam demais na cena. Acho importante valorizar o que temos de melhor. Hoje estamos assim: brasileiríssimos!

Pedaço 5: Outro sim – Fernanda Abreu

Eu confesso, assumo e peço redenção. Por um grande tempo da minha vida achei a Fernanda Abreu beeem chatinha e cheia dos não-me-toques e sua música enjoativa. Até que um dia, fui pega de surpresa pela vida no Spotify e ela apareceu aleatoriamente em uma playlist, e foi o suficiente pra eu apaixonar com as duas primeiras faixas do seu álbum novo.

Ganharam consecutivamente nossos 5° e 4° lugar essa semana.

Pedaço 4: Tambor – Fernanda Abreu

Juro que eu queria cantar essa música no meu álbum. Tambor é brasileiríssimo também. Nossa herança africana não nos deixa mentir.

Pedaço 3: Flores – Titãs

Essa música mexe com meu coração de uma forma inexplicável. É como se ela cantasse toda a minha alma. Agradeço Marisa Monte por ter feito parte disso, porque ó: fez toda diferença esse toque feminino!

Pedaço 2: Não Existe Amor em SP – Criolo

Cheio de poesia, Criolo tem essa mania de estampar as verdades nas nossas caras, né? É bom não deixar barato mesmo, porque a maioria das vezes o que a gente precisa é poetizar, melhorar como ser humano e seguir em frente.

Pedaço 1: Hoje Cedo – Emicida feat. Pitty

Junta dois artistas mais que maravilhosos? Essa música foi como a realização dos meus sonhos mais profundos. Hahahaha’ A doçura e força de Pitty, a precisão e simplicidade de Emicida.

Cara, me deixa arrepiada de ver. Acho os dois artistas muito contemporâneos e brasileiríssimos.

Bônus – Maria da Vila Matilde

Imagina uma mulher forte que influenciou gerações? Em pleno 2016 aos 86 ANOS não desistiu de tanto tombamento. SIM! OITENTA E SEIS ANOS!

Segura esse poder aí…

E você? Tem seu “cidadão de honra” preferido? Porque eu amo muitos brasileiros por aí…

Crédito: Imagem em destaque retirado do tumblr.

Beeeijos e até a próxima 😉

(mais…)


Primeiro cover do canal *–*

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Essa semana recebi a visita ilustre do meu primo. Naquela brincadeira toda resolvemos gravar algumas músicas e a música Menino foi escolhida para ser o primeiro cover do canal.

Não se enganem, de onde vem essas tem muito mais! Confesso que fiquei com medo na hora de liberar esse vídeo porque não ensaiamos, não sabíamos nada de cor, e a produção não foi daqueeeeelas. Mas o carinho foi imenso, tá?

O que me motivou a postar é que me lembrei que tudo na vida é processo. A gente aprende com os erros, com as experiências, com as críticas… O importante é melhorar, né não? E aí que tá: tô me organizando pra gravar alguns vídeos com qualidade melhor, áudio melhor… O que cês acham? Essa brincadeira pode render algo que presta, né?

Do cover a gente pode evoluir pra música autoral… Quem sabe um dia? Tô organizando direitinho pra que esse sonho seja possível.

Tô falando essas coisas porque confesso que tô com medo de vir gente falando que tá feio. Ôh Jesus, me ajude a lidar! hahahaha’

Então gravem no coração de vocês: é só uma brincadeira, tá? Só pra saber se vocês estão preparados com o que está por vir. hihihi’

Créditos: Imagens retiradas do tumblr.

Beeeijos e até a próxima 😉


O que te faz crescer são as pessoas

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Essa semana li um artigo interessante sobre uma estudante de escola pública no Brasil que formou-se na Universidade de Harvard. E no fim de seu depoimento ela diz que o que te faz crescer são as pessoas.

Fiquei pensando sobre isso desde o momento que li o artigo, até agora. E nada fez mais sentido que essa frase.

  • Primeiro: Não adianta quanto dinheiro você tenha. Dinheiro por dinheiro não ensina ninguém nada. Ele é somente um pedaço de papel que pode valorizar-se ou desvalorizar-se de acordo com convenções sociais.
  • Segundo: Tudo o que trás experiências envolve pessoas. Desde ir a uma aula (veja bem, seus professores e colegas de classe são pessoas, e são eles que possibilitam discussões que levam a reflexões) até viver novas experiências em um país diferente (que só se torna especial pela cultura diferenciada, que é feita na vida real pelas pessoas e os significados que elas dão aos acontecimentos).

Então como as oportunidades acontecem?

Não sejamos hipócritas, as oportunidades acontecem para aqueles que podem pagar por elas (e vamos combinar que nem sempre são baratas e acessíveis).

A gente cria a ilusão que só basta “querer demais”, “trabalhar pesado” e “sonhar com todo coração” que as coisas vão acontecer como mágica. Mas não é bem assim na prática.

Acredito sim, que a gente tem o poder de atrair a realidade que deseja, mas os sonhos só se realizam com oportunidades. E na maioria das vezes elas só aparecem por causa das pessoas. Alguém de bom coração que financia seus estudos; um chefe que acredita no seu potencial e te dá um voto de confiança; um amigo da família que conhece alguém que pode indicar pra uma vaga de emprego…  E essa é a hora onde devemos estar preparados para brilhar.

E como brilhamos?

Só o trabalho nos prepara para a hora H. Aperfeiçoamos nossos talentos com muito trabalho e boa vontade, assim não corremos o risco de ficar pra trás quando a oportunidade chegar. Não tem sentimento pior que ter uma oportunidade e não se sentir preparado pra isso. Então essa é a hora de trabalhar, acreditar, esforçar, polir o seu potencial.

tumblr_o4ahiehcIK1uc8g1wo1_500

O que nos faz crescer são as pessoas

A vida é isso, meus caros, um grande networking. Hoje precisamos de alguém que acredite em nós, amanhã pode ser um de nós que tenha a oportunidade de ajudar alguém. Por isso devemos sempre ser coerentes e retos com o nosso trabalho e sobre como tratamos as outras pessoas.

É aquele famoso ditado: o mundo dá voltas! Portanto valorize o outro. O que ele tem a dizer e ensinar é MUITO importante.

Profundo, né? Pois é!

E você? Sonha com o quê?

Créditos: Imagens retiradas do tumblr.

Beeeijos e até a proxima 😉

 

 


Professional Fair

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Semana passada aconteceu a 13° International Professional Fair e é claro que eu estive por lá.

O intuito da feira é apresentar as novidades no ramo da beleza para profissionais da área. Todos os lançamentos estiveram presentes e também os clássicos queridinhos que todo mundo ama. Como o foco é para profissionais da área a maioria dos produtos estavam em suas versões para salões de beleza, distribuidores de cosméticos e etc.

Além dos lançamentos a Professional Fair contou com palestras super interessantes para as pessoas que precisavam se reciclar. Os temas foram variados, falaram sobre corte de cabelo, aplicação de unha de gel, tintura e descoloração e váaarios outros assuntos.

Teve palestra com Rodrigo Cintra, encontrinho com Bianca Andrade do Blog Boca Rosa… Ou seja, já dá pra imaginar a mistura da programação!

Recebi alguns produtinhos da Minas Flor, Liz Up e Zap.

produtinhos

Vou testar cada um deles e fazer resenha pra vocês, ok?

Encontrei com as minhas parceiras e amigas do TAG – Blogs de Minas. Cês podem imaginar cada risada que a gente deu, né?  Só muié bagaceira. hahahaha’

13689419_660785634080528_1295553788_n

Cada encontro é uma nova descoberta. E por falar em descoberta, cês não fazem ideia do que aprendi esse fim de semana na Feira. O novo produto queridinho dos salões de beleza é um shampoo que alisa. Dá pra acreditar? Olha o nível de modernidade gente! As escovas progressivas estão sendo substituídas por shampoos alisadores 😮

Alisamento é aquela situação: Há quem goste e há quem não goste. De qualquer forma, aprender é sempre legal, né?

Meu trabalho na Professional Fair foi no stand da Richée através da parceria com os meninos da Beleza Plus. E fomos muito bem recebidas por todos. Gravamos as transformações que foram feitas no stand (em breve sai vlog no canal do grupo TAG).

O dia foi bem produtivo e interessante.

Não deixa de ficar ligado pra acompanhar as resenhas, ok?

E vocês, foram na feira de beleza esse ano? O que acharam?

Beeeijos e até a próxima 😉

 


TAG – Uma música que…

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Música é uma das minhas maiores motivações pra viver. Ou quase isso! Hahahaha’ Achei uma TAG muito divertida e decidi responder pra vocês.

Achei muito interessante como cada música tem um significado na minha vida. É só colocar pra tocar que todas as histórias vem a tona, e isso mexe comigo de uma maneira linda. Poderia ficar falando horas e horas sobre como a música mudou a minha vida, mas nunca conseguirei expressar o quanto sou uma pessoa melhor por existir melodia, ritmo, harmonia, poesia…

A TAG foca em situações especificas da vida e quais foram as trilhas sonoras de cada momento. Bora lá conferir essa cantoria?

Diga uma música que…

  • te faz rir
  • te motiva
  • te lembra alguém que você ama
  • gostaria de ter escrito
  • lembra sua infância
  • você gosta da letra
  • você gosta de acordar ounvindo
  • lembra sua adolescência
  • lembra sua melhor amiga
  • te faz chorar
  • adora cantar
  • marcou um momento da sua vida
  • você dançaria agora

Se quiser responder no seu blog/canal fique a vontade pra dizer as músicas que motivam você…

E se você é desses que gosta de uma muvuca, bora compartilhar com os amigos, né não?

Beeijos e até a próxima 😉


Pedaço de Música – Playlist: Festa Julina

Aêeee pessoar, tudo bão com ocês?

Pra entrar no clima das festanças hoje vai estar tudo diferente nessa joça.

tumblr_mn3kmrcaJi1s1qnino5_250

É pular a fogueira iaiá, e a fogueira iôiô temem. Vamos ao nosso TOP 5 melior música de festa julina.

Pedaço 5: Na Sola da Bota, Na Palma da Mão – Rionegro e Solimões

Todo mundo que teve infância nos anos 90 já dançou essa música na escola na época da festa julina. Ano após ano a história se repete. E aqui vai nóis batê as bôta e as mão mais uma vez.

Pedaço 4: Clima de Rodeio – Dallas Company

Gente, minha infância volta toda a minha mente quando ouço essa música. Ela já foi regravada por um milhão de cantores e é um clássico de festa julina também.

Pedaço 3: Abre a Porta Mariquinha – Sandy & Júnior

Quem um dia diria que Sundaaaay Xúniô era música de quadrilha meu senhô? Mas eu digo! E em suas fases mais fofas. E acreditam que as crianças dançam essa música até hoje?

Pedaço 2: Forró Lunar – Alceu Valença

Bora festejar São João com Alceu Valença. Grita daí que eu grito daqui: SÃO JOÃO!

Pedaço 1: Que Nem Giló – Luiz Gonzaga

Tenho cantado essa música todos os dias nas últimas duas semanas. Sabe aquela musiquinha que gruda no inconsciente? É essa! E é muito amor. Uma relíquia da música brasileira.

Que coisa mais linda fuliar essa fogueira com cêis. Sério! Deu até vontade de comer canjica, cachorro quente, paçoca, e brincar nas barraquinhas de pescaria, tiro ao alvo… Hmmmm… Bora ser feliz em Julho.

E você? Já montou o arraiá?

Créditos: Imagem em destaque e gif retirados do tumblr.

Beeeeijos e até a próxima 😉


O valor da empatia

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Empatia é um assunto que revira minha mente. Tenho me colocado no lugar das pessoas e percebido que as coisas ficaram mais leves. Aquela pulguinha julgadora dos atos alheios tem se ausentado e levou consigo alguns quilos de preocupação.

empatia

substantivo feminino

 

1.
faculdade de compreender emocionalmente um objeto (um quadro, p.ex.).

 

2.
capacidade de projetar a personalidade de alguém num objeto, de forma que este pareça como que impregnado dela.

Entendemos também como empatia a capacidade psicológica de sentir o que sentiria uma outra pessoa. Percebem que é exatamente como a gente deseja ser tratado? A gente quer que as pessoas se sensibilizem com nossa caminhada. A gente quer ser compreendido, mas tem grande dificuldade em compreender. A gente quer compaixão, mas tem grande dificuldade em compadecer. E porque?

Em uma conversa recente uma amiga me disse: “Sempre fazia as coisas pensando no que os outros pensariam a respeito. Até que percebi que ninguém estava pensando nada. Estavam todos ocupados demais com seus próprios umbigos pra se importar e pensar em alguma coisa.” E foi exatamente assim que me senti! Todo esse tempo buscando aprovação, pra perceber que as pessoas estão presas em seus mundinhos. No fundo ninguém tá pensando nada sobre o que fiz ou deixei de fazer.

A necessidade de ser aprovada vem de uma outra necessidade, que é de que alguém se importe. E se eu quero alguém que se importe comigo, porque não posso eu me importar com as pessoas? Eu sei que a lógica parece louca, mas é mais ou menos por aí.

Tento dar ouvidos a minha alma e entender o que preciso pra ser uma pessoa mais leve, mais grata. Tenho falado tanto sobre isso por aqui… Algumas palavras chaves pipocaram na minha vida e quero colocar em prática todas as leituras e reflexões que chegam a mim. Quero parar de ficar cobrando das pessoas atitudes que eu mesma não tenho. O famoso “mais amor por favor” serve pra mim. Eu realmente quero pensar melhor antes de falar qualquer asneira ou sair julgando pessoas que não conheço. Quero verdadeiramente ter empatia.

E você? O que tem feito para ter mais empatia? Deixe nos comentários, eu vou amar saber!

Beeeijos e até a próxima 😉