Meu youtuber preferido mudou, e agora?

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

A internet trouxe consigo novas possibilidades que antes a humanidade não era capaz de experimentar, inclusive a profissão youtuber. É comprovado que um jovem de 20 anos recebe mais informação em um dia que uma pessoa na idade média durante toda sua vida.

É tanta coisa ao mesmo tempo, que nossas opiniões são refutadas a todo momento – e que fique claro, é saudável mudar de opinião. Tá liberado! -. Mas como saber o que é real, o que é mentira? Como compartilhar os momentos sem abrir mão da privacidade? Somos a geração aprendendo a lidar com internet, é natural que confusões aconteçam ao longo do percurso.

Youtuber é a personalidade mais expostas na atualidade, eu diria, já que a profissão consiste em compartilhar pontos de vista sobre diversos assuntos. Qualquer pisão fora do caminho natural e veremos a internet borbulhar em intrigas e confusões.

Mas ok… Todo mundo muda o tempo todo.

(mais…)


Brincando com erros gramaticais

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Algumas pessoas desenvolveram uma forma de ironizar na internet escrevendo errado, assim o tom da frase ficaria engraçado. Acabei aderindo. Mas por um momento decidi refletir sobre como esses erros gramaticais poderiam afetar minha vida.

Depois de um tempo é quase impossível perceber, mas se a frase não tem alguma “piadinha”, logo não tem graça. Tudo começou como uma brincadeira, mas com o tempo passei a falar e escrever errado o tempo todo. Inclusive, trouxe algumas palavras diferentes para o blog. Mas não imaginava que essa forma de comunicar me prejudicaria tanto.

Algumas pessoas já haviam me chamado no inbox do facebook corrigindo a forma que eu escrevia nos posts enquanto outras vieram perguntar ao meu namorado se eu falo/escrevo sempre desta maneira, já que raramente viam uma frase sendo dita corretamente.

Isso indica que nem todas as pessoas entendem piadas, e me chamou a atenção para algo que minha mãe sempre me diz: há lugar para todas as coisas. Ninguém é obrigado a entender suas piadas e se identificar com a forma que você se comunica. Isso não seria grande problema, desde que eu não trabalhasse com comunicação. O blog, os casamentos, a música… Toda minha vida profissional gira em torno de conversar com as pessoas e compartilhar sonhos. Como farei isso se não falo de forma que as pessoas entendam a mensagem que desejo passar? Ainda mais nas redes sociais, onde todos os olhos nos observam. Qualquer um pode ler minhas postagens, meu chefe, minha mãe, meus amigos, os amigos de trabalho do namorado, alguém que nunca me viu antes… E essa primeira impressão pode me privar de oportunidades.

 

Comecei a refletir na possibilidade de isso ter acontecido comigo. Uma marca legal que tenha gostado do meu jeito, mas não entrou em contato porque achou que não seria a melhor forma de passar a mensagem. Uma noiva que queria me contratar, mas desistiu após ler tudo escrito de um jeito estranho…

Eu sei, a lógica é: se as pessoas gostarem do meu trabalho, nada disso deve importar. Mas importa! Como eu disse, trabalhar com comunicação exige de mim certos cuidados. E isso não significa que eu não deva fazer minhas piadas, mas tudo tem lugar e hora certa. A dosagem é necessária para que as pessoas entendam as “brincadeiras”.

“Não existe exceção quando a exceção vira regra.”

Esta foi a frase que meu namorado disse que me fez refletir nos erros que eu precisaria mudar. As consequências não demoraram a chegar. Aos poucos não conseguia formular uma frase completa sem esquecer alguma palavra, me embolar com os plurais. Tudo que eu dizia precisava ser justificado porque ninguém entendia nada do que eu dizia.

Um gringo francês mudou para a república onde meu namorado mora, e como ele fala inglês facilitou a comunicação para todo mundo. Estava super animada para conversar e praticar um pouco, já que não falava inglês há um bom tempo. Foi aí que a surpresa maior veio. Meu inglês também estava prejudicado. Mais uma vez eu não conseguia falar sem me embolar com as palavras.

Reflitam comigo, se eu perco o domínio da minha língua materna, logo não conseguirei desenvolver outra língua. Minha língua materna é minha referência, se ela está confusa, tudo mais também estará.

A diferença do ser humano para os outros animais é exatamente o raciocínio e a comunicação evoluída. Se não fizermos um bom uso disso e interessarmos em aprender cada dia mais, perdemos então uma grande oportunidade. Não é mesmo?

Mudar este vício de linguagem é difícil, afinal, tornei disso um hábito. Mas me policio o tempo todo para voltar ao modo “normal” no qual eu falava antes. Na verdade, é mais que isso. Quero melhorar minha leitura tanto em português, quanto em inglês. Essa situação me levou a outro lugar. Quero ser melhor de tudo o que já fui um dia. E para isso, o primeiro passo é reconhecer os erros.

Créditos: Imagem em destaque retirada do site ImgSearcher // Imagem no post retirada do tumblr.

Beeeijos e até a próxima! 😉

 

 

 

 

(mais…)


Tu – Anavitória – Cover

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Existem várias músicas lindas que fazem minha cabeça. Se eu pudesse montar uma coletânea com meus preferidos, a gente iria cantar até o Natal de 2017, hahaha’. Desta vez, escolhi a dupla Anavitória para animar nossos dias.

Confesso que no começo não gostava muito da dupla, mas com o tempo elas conquistaram meu coração. Pela musicalidade simples e poesia maravilhosa das letras. Uma delas é a música Tu que trás a magia das relações de forma afetuosa. Não tem quem não se apaixone.

(mais…)


Ativador de Cachos – Meus Cachos Embelleze

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Há um tempo atrás fui convidada para a confraternização de 1 ano do Clube de Blogueiras Negras de BH. Além de comemorar esse momento super lindo com as meninas, recebi alguns mimos. Um deles é esse Ativador de Cachos da Embelleze no qual falaremos hoje.

Ele se tornou um coringa na minha rotina por diversos motivos. Com funções variadas, o creme se mostra versátil, podendo ser usado como creme de pentear, reconstrutor, day after, fitagem… É bom ter várias opções, né?

Especificações

O produto é indicado para cacheadas 3ABC, e crespas 4ABC. Contém protetor solar, pantenol e queratina. Por causa do fator de proteção é muito indicado para o verão, onde temos contato com praia, piscina e os raios solares estão cada vez mais fortes.

Por conter parafina líquida, não é liberado pra low poo. A embalagem é prática com bico dosador e contém 300 ml.

Características

A consistência é um pouco líquida, mas é concentrado. O cheiro é encantador – vocês sabem pelas outras resenhas que amo produtinho com cheiro bom, né? -, todas as vezes que uso, as pessoas elogiam o cheiro do meu cabelo.

Ativador de Cachos Embelleze

Por ser concentrado, costumo diluir com um pouco de água em um borrifador quando uso no day after. A promessa de ser um ativador de cachos funciona muito bem, meus cachos ficam definidos e brilhantes 🙂 Lembrando que o produto trás a promessa da reconstrução, sendo assim ideal pra quem segue o cronograma capilar.

Nas lojas o produto custa em média de R$10,00 à R$15,00.

Este ano teremos resenhas de produtos variados, vou tentar fazer pelo menos uma por mês, assim ficaremos por dentro das novidades, ok?

Beeeijos e até a próxima! 😉


Pedaço de Música – Pra glorificar de pé 2 comentários

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Sou uma pessoa bem eclética. Meu gosto pela música é bem variado. E para a primeira playlist do ano, gostaria de glorificar de pé as boas energias que já nos cercaram.

A música gospel esteve presente em grande parte da minha vida, e fico feliz de ter aprendido bastante com esse gênero. Afinal, foi na igreja que comecei a cantar. Por isso selecionei as minhas preferidas de todos os tempos e algumas que comecei a ouvir recentemente.

Pedaço 5: Vento do Espírito – Aline Barros

Essa foi uma das primeiras músicas que me emocionaram na minha fase da igreja. Gostava bastante quando uma moça em específico cantava, era uma leveza que ela passava que eu me sentia flutuando.

É bom sentir essa leveza quando cantamos, né? Principalmente porque o intuito da música gospel é trazer reflexão e acalmar nossa mente. É assim que atraímos a presença de Deus em nossos corações, elevando o pensamento.

(mais…)


Como me organizo + metas + planner 2 comentários

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Finalmente 2017 chegou! Com ele vem a vontade de fazer coisas novas e estabelecer metas. Sem dúvidas essa é a melhor forma de alcançar os objetivos.

Muito raramente as coisas funcionam sem planejamento e plano de ação. Isso inclui abrir mão de alguns prazeres e fazer sacrifícios para sair da zona de conforto.

Resolvi me organizar de forma diferente este ano. O intuito é ser mais clara quanto as possibilidades de crescimento e fugir das resoluções além do meu alcance. Vamos ser realistas e estabelecer metas possíveis? É muito mais honesto com a gente mesmo e evita a frustração no final do ano, por não ter conseguido realizar aquilo o que se esperávamos.

Não vale falar que vai fazer, cruzar os braços e esperar milagre, hein? A frase mesmo diz: Deus ajuda quem cedo madruga. Ou seja, tem que fazer por onde!

Cadernos, planners e agendas nos ajudam a visualizar o objetivo e entender o tempo que temos até que a meta seja realizada. Para as pessoas que não gostam de papel e se adaptam facilmente, existem aplicativos que auxiliam nessa organização. Desde compromissos, contas a pagar, lembrete e agenda.

Uma amiga casou-se ano passado e amou o aplicativo de noiva que a ajudou na organização do casamento em um ano, onde cada etapa era resolvida em um mês. Existem aplicativos semelhantes para diversas necessidades.

Não deixe de anotar tudo e me contar no fim do ano se alcançou suas metas, ok? Vamos juntas nessa!

Beeeijos e até a próxima! 😉


Sobre ser a mudança que você deseja ver

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Mais um ano fresquinho se inicia para nos mostrar que podemos renovar nossas forças. Estive bem reflexiva sobre a mudança que gostaria de viver em 2017 e postei várias coisas aqui no blog a respeito. Quero aproveitar bastante essa vibe de renovação para me despedir das energias que envolveram o ano passado. 

Ao longo dos últimos anos me dediquei a música e corri atrás das coisas que sempre sonhei. Descobri uma realidade muito diferente da que imaginava. Entre trancos e barrancos, ansiedade e muito choro, percebi que minha postura em relação aos meus sonhos não estavam assim tão honestas. É preciso muito mais dedicação. Entendi que preciso seguir por caminhos que não esperava – e arrisco dizer também que não queria – mas esse é uma escolha sem opção.

Sobre nossa postura nociva

Às vezes a gente escolhe não fazer o que precisa ser feito e depois reclamamos que os sonhos não foram adiante. Amiga – não queria ser a pessoa a te dizer isso -, mas a gente precisa sair da zona de conforto. Nem sempre conseguiremos fazer o que amamos para realizar um sonho.

 

Nada vem fácil para ninguém de forma alguma e perdemos tempo esperando as coisas caírem do céu. Não me julgue mal! Reconheço meus erros e digo com muita convicção que durante 3 anos estive neste lugar, mas decidi que quero um 2017 diferente. Este é o primeiro passo pra que tudo realmente mude.

Sobre ser a mudança que você deseja ver

 

Sei que hoje estou mais consciente dos sonhos que tenho e do que preciso fazer para alcançá-los, e isso já me trouxe mais esperança. Sabe aquela empolgação de saber que novas energias trarão novas coisas? Me encontro nesse momento.

Esta é a primeira vez, depois de tantos anos, que me animo com os projetos e desejo realmente trabalhar para que eles não sejam apenas uma peninha voando em meus pensamentos, e sim uma motivação para acordar todos os dias.

Espero que vocês também se animem com essa nova energia e oportunidade de fazer as coisas acontecerem. Está tudo bem mudar de ideia e desejar coisas novas.

Vamos juntas nessa, feliz 2017!

Beeeijos e até a próxima! 😉

 

 

 

 

 

(mais…)


Pedaço de Música – Pra Recomeçar

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Hoje é aquele famoso dia em que a gente começa a se preparar para o novo ano que virá. Listas de metas, balanço do que aconteceu, novos métodos e novos sonhos. Por isso trouxe uma seleção de músicas que irão te inspirar e ajudar neste momento de reflexão. Uma playlist pra recomeçar.

Pedaço 5: Amor pra recomeçar – Frejat

Uma das coisas que a gente se preocupa quando o ano chega ao fim, é com o amor que plantamos e colhemos. Essa música do Frejat trás uma reflexão muito linda para esses momentos. É uma mensagem de esperança mesmo. Afinal, dias bons e ruins chegam pra todos.

“Que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero.”

Pedaço 4: Dias de luta, dias de glória – Charlie Brown Jr.

Um respiro em meio a desesperança. Chorão tinha o dom de cantar o cotidiano e nos fazer reconhecer nossas verdades nas palavras de outra pessoa.

Essa música é uma mensagem para prepararmos nossos corações. Dias de luta vem, mas os de glória também.

Pedaço 3: Pra ser feliz – Daniel

Minha mãe me mostrou essa música toda emocionada. Daniel cantando essa letra com tanto amor tocou nossos corações. Que tenhamos nossa definição de felicidade atualizadas.

Às vezes, agradecer pode mudar seu dia. Já foi comprovado cientificamente que a gratidão faz toda diferença na nossa forma de ver as circunstâncias e se sentir mais feliz. Nosso cérebro responde a todos os estímulos que o enviamos, felizes ou não.

Pedaço 2: Mais uma vez – Renato Russo

Independente do que tenha acontecido em seu ano de 2016, saiba que dias melhores virão. Precisamos abrir o coração e renovar as energias e assim teremos forças pra recomeçar.

“Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar nos sonhos que se tem. Ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém…”

Pedaço 1: Dias Melhores – Jota Quest

Esta é a música que costumei ouvir em todas as viradas de ano na minha infância. Tenho um tio que é apaixonado por esta música e com o tempo fui aprendendo a poesia que ela carrega. Essa é a minha oração “dias melhores pra sempre”.

Que a cada ano o sonho seja melhorar enquanto seres humanos. Que possamos amar mais, cuidar mais de quem amamos, nos permitir sermos cuidados. Que estejamos abertos às boas energias que nos cercam. Só assim recomeçaremos um ano com a mente tranquila.

Créditos: Imagem retirada do tumblr.

Beeeijos e até a próxima! 😉

Assinatura Nattany Martins

 


Afinal, TPM é real?

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Há um tempo atrás fiz uma postagem sobre TPM, mas como esse assunto é recorrente todos os meses para nós mulheres, nada que se fale é o bastante. Sempre me questiono se TPM é real e a cada conflito, minha cabeça se confunde mais. Por isso, minha amiga Kamilla (em um dia de muito desespero por minha parte, é claro!) me deu a ideia de gravar um vídeo sobre o assunto.

Aqui estamos nós, chorando as pitangas dos meses passados e dos que ainda virão.

(mais…)


Dicas para ser mais estilosa – Parte II

Hello Pipol, tudo bem com vocês?

Semana passada contei 5 dicas para ser mais estilosa, e hoje trago a parte II para complementar as dicas anteriores.

O estilo é algo muito pessoal e complicado de colocar regras. Em todo caso é necessário boa vontade para adaptar tendências e criar novas formas de se expressar através das roupas.

6 – Conheça seu estilo

Nada é possível sem auto conhecimento. Nem todas as tendências funcionam para todas as pessoas e para adaptá-las é importante saber o que funciona no seu dia a dia.

Existem peças e tendências para todos os gostos: coloridas, neutras, estampas florais, em formas geométricas, cortes excêntricos ou retos, claro ou escuro. O que faz a diferença é a sua personalidade.

Regras já não fazem tanto sentido no mundo atual onde as pessoas querem quebrar os parâmetros, e isso é maravilhoso! Mas pra isso é preciso saber o que funciona melhor com a sua rotina, a forma que você se sente bonita, e a mensagem que quer passar.

7 – Invista em sapatos baixos

Sei que nem todo mundo ama sapatos baixos, mas eles são uma boa opção quando se procura conforto e elegância.

Durante muito tempo perpetuou-se a ideia que a elegância está ligado ao uso do salto alto. Hoje, com a volta do tênis branco, botas, rasteiras, alpargatas… Vemos uma variedade de opções de sapatos baixos.

O interessante (como dito no tópico anterior) é usar algo que tenha a ver com a sua personalidade e te deixe bem. É legal ver alguém confortável em sua própria pele.

IMG_1641

8 – Use outros tecidos

Minha vida era baseada em calça jeans, uma blusinha “diferentona” e um sapato qualquer. Por fim, não havia muita diversidade entre um look e outro e me sentia muito presa. Quando descobri a possibilidade de novos tecidos, as coisas mudaram. Minhas combinações ganharam outro tom!

Outros formatos também ajudam além de somente calça. Por vezes a gente esquece que existem calças, shorts, saias, vestidos e muito mais!

9 – Terceira peça

A terceira peça é real e ela faz uma diferença gigantesca! Coletes, jaquetas, lenços, dão um toque diferente e pode transformar combinações que você já está cansada de usar.

Se você tem uma rotina corrida, por exemplo, pode colocar um colete na bolsa e mudar de acordo com a necessidade dos ambientes.

10 – Adapte o jeans

Jeans não servem apenas para calças. É legal tentar mesclar o tecido em uma terceira peça como a jaqueta, por exemplo.

Jeans com jeans fica lindo, mas jeans com alfaiataria também arrasa! A questão é saber misturar e tentar combinar o jeans com outros tecidos em outros formatos.

Espero que tenham gostado das dicas e que elas possam ajudá-la com sua auto estima. Sei que nem sempre a gente tem dinheiro pra ficar comprando roupas novas, e que a rotina corrida não permite abusar de salto (como pega ônibus o dia todo e carrega bolsa pesada com salto?), mas isso não significa que você não pode investir em sua beleza.

Com o auto conhecimento conseguimos transformar coisas simples em extraordinárias. O que vale no fim das contas, não é o preço das suas roupas, mas se você está bem nelas e se traduzem sua forma de se enxergar.

Beeeijos e até a próxima 😉

Assinatura Nattany Martins

(mais…)